6 Super Dicas para Mamães que querem Trabalhar em Casa

Dicas para Mamães que querem Trabalhar em Casa

Confira abaixo minhas 6 Super Dicas para Mamães que querem Trabalhar em Casa

 

Trabalho com papelaria desde 2009, quando meu filho Matteo tinha mais ou menos 8 meses e Iasminn tinha 3 anos.

 

Como a maioria das mães eu comecei a trabalhar por necessidade, não por opção. Mas foi minha escolha trabalhar em casa, como sempre falo aqui, não deixo meus filhos na escola em tempo integral, prefiro trabalhar a madrugada toda do que deixar eles.

 

Sou empreendedora desde criança. Vendi rifa, vendi docinhos, passei roupa, vivia procurando algo pra ganhar meu dinheirinho.

 

Começo mesmo com medo, começo conforme posso, de acordo com a minha condição financeira. Obstáculos todos temos, medo todos temos, mas isso não deve ser impedimento para lutar pelos nossos sonhos.

 

Se eu não tivesse tentado, hoje não estaria aqui. Pois é Deus nos capacita e nos fortalece! (Tudo posso naquele que me fortalece. Filipenses 4:13)

 

Vamos às dicas?

 

1. CRIE UMA ROTINA:

É fundamental ter uma rotina, ainda mais quando se quer trabalhar em casa, as crianças se sentem mais seguras quando sabem o que vai acontecer. Nesse post aqui, eu falo um pouco da minha rotina. E você consegue separar suas tarefas de casa, com as tarefas do trabalho.

 

Mas não se cobre demais, aos poucos você vai ajustando a sua rotina. Aqui sempre que preciso vou alterando a minha.

 

2. DEFINA SEU LOCAL DE TRABALHO:

Em qual parte da sua casa você vai trabalhar? aqui eu mudo meu escritório de acordo com a fase das crianças em que estamos passando,  nesse momento trabalho na sala de casa onde fica o espaço de brincar do bebê.

 

Assim, enquanto o Samuel brinca, eu trabalho e olho ele.

 

Antes do Samuel nascer meu escritório era no lugar da sala de jantar, usava o comodo todo para o escritório.

 

Então sempre adaptamos de acordo com as necessidades, é só avaliar o que é necessário naquele momento que você está passando.

 

Escolha um local onde você não precise ficar tirando e colocando as coisas do lugar, um lugar seu.

 

3. DEFINA SEU HORÁRIO DE TRABALHO:

Em qual horário você vai trabalhar em casa? eu trabalho na IllustreArte geralmente das 13h as 17h, nesse momento não faço nada relacionado a casa, não recebo visitas, não agendo compromissos, tento ser o mais profissional possível.

 

Claro que as vezes surge algum imprevisto na escola das crianças (eles estudam a tarde), e eu saio. Se preciso levar em médico, ou algo urgente eu faço sim. Mas evito ao máximo.

 

Se tenho algo urgente no trabalho eu faço hora extra a noite quando as crianças dormem.

 

E o contrário também, não faço nada do trabalho fora desses horários.

 

Escolha seu horário de trabalho de acordo com os compromissos dos seus filhos, sempre priorizando o bem estar deles.

 

Já ouvi pessoas falando que trabalham 12 horas por dia em casa, e deixam os filhos assistindo ou jogando. E falam dos filhos como se fossem um obstáculo. Fico triste demais com isso.

 

Filhos são herança do Senhor, precisam de cuidado, de carinho, amor e atenção. 

Dicas para Mamães que querem Trabalhar em Casa

4. DEFINA SUAS PRIORIDADES:

Quais suas prioridades? aqui a família é sempre minha prioridade, nunca aceito um trabalho que vá prejudicar meu tempo com eles. Já recusei participar de eventos e viagens por conta deles.

 

Como sempre falo, nenhum dinheiro no mundo vai pagar a falta que os pais fazem na vida dos filhos.

 

Então minha carga de trabalho é sempre priorizada de acordo com o tempo livre que tenho para isso.

 

Melhor uma vida mais simples, do que uma vida estressante.

 

GOSTOU DAS DICAS?

Receba os artigos do blog em primeira mão, assim que eu postar! ♥

 

 

5. ESVAZIE SUA MENTE:

Uma mente limpa é muito mais criativa. Anote suas ideias, planos, sonhos em um caderno e aos poucos tente realizar cada coisa anotada.

 

Aqui eu uso o Evernote para organizar minhas ideias, e depois transformo em lista de tarefas.

 

A nossa cabeça não é um depósito, ela precisa estar renovada. Quando estamos estressadas ou sob pressão não conseguimos achar a solução que precisamos para aquele momento.

 

Esteja sempre refletindo sobre si mesma, se está realizada fazendo o que faz, se seus filhos estão felizes, se sentem sua falta.

 

Tire um tempo para essa reflexão todos os dias!

 

6. ONDE SEUS FILHOS IRÃO FICAR:

Aqui os dois mais velhos Iasminn (10) e Matteo (7), vão pra escola no período da tarde. E o bebê Samuel (1) fica comigo.

 

Coloquei as criancas esse horário na escola pra poder trabalhar mesmo. Mas as mamães que preferem colocar as crianças cedo, podem trabalhar na parte da manhã e a tarde fica exclusivamente com as crianças.

 

Mas quando comecei ficava com Iasminn e Matteo em casa, sempre ajustando meu tempo ao deles. Sempre ensinando que tinha o tempo de brincar com a mamãe e o tempo de brincarem sozinhos para a mamãe trabalhar.

 

Eles aprendem aquilo que a gente ensina, muitos pais querem que os filhos brinquem sozinhos, mas nunca se deram ao trabalho de ensinar como brincar. Isso mesmo, temos que ensinar isso. Brincar junto, mostrar como faz.

 

 

Se tiver mais algum dúvida sobre esse assunto, ou sobre como eu faço aqui, pode deixar nos comentários! Fico muito feliz quando vocês participam ♥


curso papelaria personalizada


 

25 comentários em “6 Super Dicas para Mamães que querem Trabalhar em Casa

  1. Olá, Ingrid,

    Você sempre fala muito de fazer o que gosta. Eu nunca trabalhei com artesanato algum, mas me chama muito a atenção criar convites infantis artesanais, o que não é o caso da papelaria personalizada, que trabalha muito com impressões. Eu vejo convites que são produzidos com mistura de materiais de papelaria, por exemplo, papéis de scrapbook, eva, uns papéis que nem conheço o nome ainda (rsrsrsrs), uso de furadores decorativos….uma série de ferramentas que possibilitam cortar e montar o convite. Você por acaso oferece algo desse tipo como curso ou poderia me indicar um link? Acho muito vídeo de passo a passo, mas nenhum site como o seu que é praticamente uma assessoria no assunto.

    Obrigada!!

    1. Oi Thais, tudo bem?

      Realmente não conheço. Com esses passo a passo, você não consegue aprender? Talvez leve mais tempo.

      Quando eu comecei não tinha ninguém pra ensinar também. Seria uma boa pra você montar um blog sobre isso, não acha?

      Ajudar as pessoas que estão começando, postar dicas de materiais. Conforme você vai aprendendo, vai ensinando.

      Conte comigo para o que precisar.

      1. Muito obrigada por responder, Ingrid.

        Descobri o nome do que quero fazer, é scrapbook, mas quero aplicar as técnicas para fazer convites de aniversário infantil (em princípio). Hoje li novamente essas dicas que você deu. Tenho uma filha de 11 meses, ela é bem apegada comigo (e amo isso de paixão rsrsrs….), achei muito interessante o que você falou sobre ensinar os filhos como brincarem sozinhos e também que há a hora de brincar com a mamãe e a hora de brincarem sozinhos. Tenho duas perguntas sobre isso: 1) Como você ensina seu filho mais novo (que é bebê como minha filha) a aceitar a hora que você precisa trabalhar? 2) Como você concilia o momento de dedicar-se aos filhos sendo que também temos as tarefas da casa para fazer (refeições, organização da casa e etc….)?
        Agradeço muito mesmo a idéia de criar um blog! E estou gostando muito dos artigos que você escreve. 🙂

        1. Oi Thais, desculpe a demora.

          Ah que bacana o scrapbook é lindo mesmo.

          1. eu defino meu horário de trabalho de acordo com o tempo que tenho livre por conta do bebê.

          Então criei a rotina pra ele dormir as 13h, ele dorme mais ou menos até as 15h quando ele acorda eu amamento, e ele fica comigo na sala onde ficam os brinquedos dele e o meu escritório.

          Quando ele acaba de acordar, gosta de ficar deitadinho no sofá assistindo desenho. Ele fica bem calminho por uns 40 minutos.

          Eu deixo várias atividades, como livrinhos, caderno, e brinquedos de montar. Mas deixo umas 6 atividades só, na sala. E a cada uns 10 dias eu troco os brinquedos para ele não enjoar.

          Como eu faço isso desde pequeno ele acostumou, e quando ele vem me chamar eu fico com ele um pouco no sofá, pego um brinquedo e mostro pra ele como brinca e quando vejo que ele pegou o jeito eu vou pro computador.

          Se ele vem atras de mim eu falo pra ele voltar a brincar, sempre falo o que ele deve fazer (e não, o que ele não deve fazer), tipo: Samuel agora você vai lá no sofá ler o livrinho enquanto a mamãe trabalha. Nesse momento eu sou firme, as vezes ele choraminga e eu explico novamente o que ele tem que fazer. E ele entende.

          Desde muito pequeno eles entendem. Sempre devemos falar o que eles devem fazer.

          Quando ele está doente, eu fico com ele. Dai só trabalho quando ele dorme.

          2. Eu sou muito prática aqui em casa, então não passo muito tempo arrumando, está sempre tudo arrumado.

          As crianças mais velhas só podem brincar no quarto deles e eles mesmo arrumam, ou lá fora e eles arrumam também, a limpeza pesada eu faço só no sábado e durante a semana passo o aspirador, bem rapidinho.

          Como minha prioridade são eles eu paro quando eles chamam, e eles me ajudam com o serviço da casa, aproveito esse momento com eles, mesmo que seja limpando a casa. Minha filha tira a mesa do café e conversamos, ou ela poe a mesa do almoço enquanto conversamos.

          Quando eles chegam da escola ou na parte da manhã eu me esforço pra passar mais tempo com eles. Hoje entendo que é uma questão de decisão, as vezes inventamos desculpas para não ficar com os filhos, tipo: não tenho tempo porque tenho que trabalhar, agora não posso porque tenho que cuidar da casa e assim vai. Eles se sentem inúteis quando falamos que estamos ocupados, é como se tivéssemos tempo pra tudo, menos para eles.

          Não sei se era isso que queria saber, mas espero ter ajudado.

          Conte comigo para o que precisar ♥

          1. Sim, me ajudou bastante. Estou me preparando aos poucos. Fiquei bastante tempo afastada do trabalho me dedicando inteiramente à maternidade, seis meses de licença e mais um ano de afastamento, daí a gente saí um pouco fora do ritmo. Resolvi ficar em casa e empreender. E, ainda mais sendo o primeiro filho, a gente fica esses seis meses tão inteiramente com o bebê que quando eles começam a crescer a gente fica meio sem saber como lidar. Foi muito esclarecedor o que você me falou sobre como ensinar a criança a brincar e aceitar o momento da mamãe trabalhar. Li também a publicação sobre organização da rotina e outras que você fez, está me ajudando muito, como conciliar o trabalho em casa com os filhos e sobre ter a família como prioridade para organizar o tempo.

            Vamos nos falando!! Obrigada mais uma vez!!

  2. Oi ingride sou artesanato trabalho com caixas decorada, faixas, tiarassou mãe de 2 duas meninas trabalho por que gosto e por que preciso gostei das suas dicas vou usar bjos flavia Cristina

  3. Olá,estou começando agora com artesanato em eva,mas tmbm,amo personalizados,será q posso trabalhar nas duas áreas ou melhor focar em uma arte só,fasço as artes num computador velho,só no word,e mando pra gráfica,estou ganhando um dinheirinho com Eva,lembrando q tmbm tenho 3 filhos,13,10, 10 meses,tá dificil estipular um horário já q o nenê só quer colo,aproveito quando ele dorme! Obgd!!

  4. Vou tentar aplicar a rotina aqui em casa… Tenho um Samuel muito sapeca que não aceita brincar sozinho!! Estou começando a pouco este trabalho de papelaria ( ainda bem atrapalhada),mas sei que Deus vai me ajudar!! Deus abençoe você pelos seus conselhos!!

  5. Adorei suas dicas. Não consigo colocar uma rotina na minha casa. Trabalho com facção, cuido da minha mãe com Alzheimer, tenho um filho de 8 anos, outro de 20 anos e marido. Gostaria de ter um tempinho pra mim e até ter ter um trabalho em outra área. Facção requer tempo de mais. Obrigada pelas suas dicas.

    1. Oi Adriana, boa tarde ☺

      Você é uma guerreira, Deus te abençoe. A princípio a rotina parece ser difícil de começar, mas depois que pega o jeito ajuda muito mesmo.

      Fique tranquila, vai tentando aos poucos, uma coisa de cada vez. ♥

      Se eu puder ajudar em algo, me avise.

  6. No momento trabalhar assim seria um sonho. Sinto que meu filho precisa mais de mim. O problema é achar um trabalho que eu possa fazer em casa, e deixar o meu que estou no momento.

  7. Olá! Vou usar suas dicas com certeza mas a minha maior dúvida é em trabalhar (qual o tipo de trabalho q posso fzer), pois tenho o msm horário q o seu e ainda sozinha em casa pq meu João Miguel (4) minha Maria Júlia (9) estudam a tarde. Me dê umas dicas de trabalho. Fico grata com suas dicas

    1. Oi Aneylane, tudo bem?

      Você pode trabalhar com personalizados em geral: convites, rótulos e afins, kits digitais, papel digital, e uma infinidade de artesanatos que existem no mercado hoje. A minha dica é: ver aquilo que você gosta mais de fazer, gosta de trabalhar com papel? cortar? colar? ou gosta mais de trabalhar no computador? gosta de outros materiais como: feltro e e.v.a? ou você é melhor com culinária? 

      O que você mais gosta de fazer? o que você passaria o dia todo fazendo, mesmo que fosse de graça?

      Por exemplo eu, gosto muito de personalizar no computador, mas não gosto muito da parte de imprimir e cortar. Então dou preferência para isso. Desde que fiquei grávida do Samuel parei de trabalhar com impressos, e fiquei somente com aquilo que gosto mais.

      Vamos nos falando tá? ♥

      Faz umas pesquisas na internet, e anota as coisas que mais gosta de fazer.
       

  8. Olá também sou mãe de 3, e trabalho em casa por opção como vc, as vezes me enrrolo, mas é muito bom poder estar com eles o tempo todo, não é fácil , adorei tudo q li aqui, parabéns pelo seu trabalho e família!

  9. Estou começando a trabalhar em casa e também tenho um Samuel, de 2 anos.
    Vou usar suas dicas para me ajudar e sei que Deus está na frente.
    Amo seu trabalho e quero muito fazer alguns de seus cursos 😀

Deixe uma resposta